7 dicas fundamentais para negociação com fornecedores de produtos - Sennda Software

Agendar certificado digital

Blog

7 dicas fundamentais para negociação com fornecedores de produtos


7 dicas fundamentais para negociação com fornecedores de produtos

28ago2019


Saber negociar com fornecedores é uma característica importante para quem deseja abrir um negócio multimarcas, ou seja, mercearias, padarias, peixarias, restaurantes….

Para os pequenos negócios isso é fundamental, já que é o que o torna mais competitivo com seus concorrentes. Sem bons preços corre-se o risco de produtos encalhados nas prateleiras e até perda de alguns mais sensíveis.

 

1 – Defina uma estratégia

Como sempre mencionamos por aqui, estratégia vai fazer com que você consiga ter um controle melhor das suas ações e consequentemente te auxilia nas tomadas de decisão.

Então antes de comprar um produto para sua empresa, tenha em mente 3 pontos

  • Quais produtos e quantidades eu preciso comprar?
  • Qual o limite do prazo de entrega do fornecedor?
  • Qual o prazo de pagamento ideal?
  • O que se busca com essa negociação? O menor preço? O melhor benefício?

 

2 – Deixe a emoção de fora

Para negociar com fornecedores de algumas marcas, é preciso primeiro saber tudo o que ele pode te oferecer antes de sair falando as suas condições.

Então, antes de propor alguma proposta, escute.

É sempre bom lembrar que muitos deles já fazem esse trabalho há bastante tempo, e negociar com eles é uma tarefa que exige atenção.

 

3 – Pense em um plano “B”

Ter um bom argumento pode fazer diferença nessa hora, saber a realidade da sua empresa e principalmente do mercado é importante para não acabar tendo que aceitar alguma imposição por falta de informação.

Não foque apenas em “vencer” uma negociação, mas sim em conseguir o melhor para sua empresa.

Algumas perguntas que você pode fazer:

  • Existem mais empresas que fornecem os produtos desejados?
  • Existe uma concorrência muito grande perto do seu comércio que venda produtos similares?

Você pode começar por aqui, e se munir de argumentos para que quando a hora da negociação chegar você saiba o que apresentar.

 

4 – Parceria é importante

Saber lidar com o fornecedor é fundamental para uma relação a longo prazo.

Se a sua empresa precisa constantemente daquele tipo de produto, como é o caso de uma mercearia, por exemplo, você vai estar sempre em contato com aquele vendedor.

Criar um relacionamento e um bom clima na hora da negociação facilita a vida de todo mundo. Um clima de sem disputa para ver quem “ganha a negociação” é muito importante para ambos.

Mostre que você tem interesse em ceder, e que aquela negociação é boa para as duas partes.

Tentar apenas “se dar bem” em uma negociação pode passar uma imagem ruim tanto de você como da sua empresa, e com isso criar um ambiente que não favoreça nenhuma das parte.

 

5 – Conheça seus limites

Entenda que existem negociações que não serão tão simples assim, e que conhecer seus limites, principalmente de preço e prazo para pagar é muito importante.

Não entre em uma negociação que você já saiba que não conseguirá honrar com sua palavra.

Essa informação, claro, não precisa ser informada ao fornecedor.

 

6 – Seja flexível

Conhecer seus limites é fundamental, mas não trabalhe sempre no limite. Tenha uma margem mais flexível, e lembre-se que essa não é uma transação unilateral, e as vezes será preciso ceder um pouco mais para que outros benefícios sejam conquistados.

Seja firme com o que realmente é importante para você, mas também seja mais maleável para viabilizar um bom acordo.

 

7 – Antecipe o máximo possível

Não deixe essa negociação para a ultima hora, isso costuma gerar muita dor de cabeça para o empreendedor.

Sem isso a empresa pode acabar ficando sem o fornecimento de algum produto, e quando falamos de produtos de giro rápido, isso pode ser um grande problema.

Não é preciso fazer um estoque infinito de um produto, mas quando a demanda já estiver eminente  comece a negociação, assim você pode conseguir uma melhor oferta, e ainda pode escapar de possíveis flutuações do mercado.

Lembre-se que em todas as etapas da sua empresa, atrasos podem ser um gargalo que só te fará passar por situações complicadas.

 

“Só se pode vender bem se comprar bem”, logo, estruturar bem essa área pode fazer com que seu comércio se destaque no mercado e consiga bons resultados.

A Sennda Software tem o sistema ideal para que você tenha um controle de estoque eficiente em seu negócio! Entre em contato conosco e solicite um orçamento!