O que é o fluxo de caixa e como implantar em seu negócio - Sennda Software

Blog

O que é o fluxo de caixa e como implantar em seu negócio


19set2018


O motivo do insucesso de muitas empresas que abrem no Brasil certamente é a falta de conhecimento em gestão. Muitos abrem seus negócios e desconhecem os métodos de gestão mais indicado para gerir seu negócio. Já publicamos aqui no blog um artigo falando sobre 3 erros comuns para evitar na gestão financeira de sua loja e recomendações de cursos de gestão financeira.

Hoje vamos falar sobre um importante assunto para a organização financeira do seu negócio: o fluxo de caixa.

O fluxo de caixa tem o objetivo de apurar o saldo disponível, para que a empresa tenha sempre capital de giro, a fim de projetar investimentos ou gastos.
Para isso deve-se registrar todas as movimentações da empresa, todos os pagamentos e recebimentos até o máximo horizonte possível. Com isso é possível ter um visão mais ampla do presente e do futuro, antecipando decisões como redução de gastos ou onde é possível fazer um maior investimento.

 

Como fazer?

1. O resultado do fluxo de caixa é o saldo disponível (em dinheiro disponível no caixa, ou depositado em conta corrente nos bancos, etc.) apurado pela diferença entre o total do valor dos recebimentos e pagamentos efetivamente realizados em uma determinada data ou período.). A estrutura para fluxo de caixa depende da natureza da empresa e também das necessidades dos gestores.

2. Inicie lançando no “contas a pagar” e “contas a receber” os compromissos já assumidos e valores a receber, já conhecidos ou facilmente estimados.

3. Estime sempre despesas ainda não lançadas no “contas a pagar”, tais como impostos, contas de água, luz, folha de pagamento etc. Tente também conhecer a sazonalidade dessas contas, suas datas de vencimento e reajustes para melhor estimar.

4. As vendas que foram à vista, use como base a média diária das vendas realizadas. Leve em consideração também o período de movimento mais intenso ou mais fraco para a média. Seja conservador nestas estimativas que serão muito facilitadas se for mantido um controle diário de receitas e despesas. Lembre-se: as despesas são quase sempre certas e as receitas quase nunca.

 

Fonte e onde ler mais sobre o assunto: Sebrae