O que você precisa saber sobre Pró-labore - Sennda Software

Agendar certificado digital

Blog

O que você precisa saber sobre Pró-labore


Pró-labore

09set2020


A definição de Pró-labore, vem do latim e significa “pelo trabalho”, de modo geral é a remuneração dada para o administrador da empresa, ou sócios (que seria apenas a terminação para o salário do empresário).

A intenção de todo empreendedor é receber uma remuneração adequada pelo seu trabalho, afinal para isso ele começou a jornada empreendedora, com o objetivo de ganhar mais do que trabalhando para alguém, além de outros benefícios.

Mas é preciso ficar atento a algumas questões simples ligadas ao Pró-labore que são importantes quando se começa uma empresa.

 

O que é o Pró-labore?

Para começar, Pró-labore não é salário, trata-se de uma remuneração para o dono ou sócio administrador ou sócios administradores de uma empresa.

Que é bem diferente de divisão de lucros, que pode acontecer de acordo com o contrato estabelecido na abertura da empresa.

Sobre ele não existe obrigatoriedade de deduções trabalhistas como 13° salário, Férias ou Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Mas não se engane achando que sobre esse valor não terá nenhuma dedução, para empresas enquadradas no simples nacional é retido 11% refente ao INSS.

Mas esse valor pode ser maior dependendo do tipo de empresa e seu enquadramento e se o sócio possui carteira assinada em outra empresa.

Para não ter dúvida sobre isso, um contador é fundamental para manter as tributações em dia e evitar problemas maiores para o empreendedor.

 

Posso retirar quanto eu quiser de Pró-labore da minha empresa?

A lei também não determina o valor que precisa ser retirado dele, isso significa que você pode determinar quanto quer receber, sendo qualquer valor maior que um salário minimo vigente.

Mas é preciso ficar atento a isso, se sua empresa está começando agora, você precisa estabelecer esse valor tendo em mente que será possível retirar esse valor todos os meses.

Não adianta abrir uma empresa hoje e esperar receber o Pró-labore dos sonhos, sem que a mesma tenha capacidade para arcar com isso.

 

É obrigatório essa retirada mesmo no início da empresa?

Sim, é obrigatório, mas você pode ajustar suas expectativas a realidade com ajuda de um contador, que pode te ajudar a definir esse valor de acordo com a realidade da sua empresa.

 

Como definir esse valor?

Primeiramente é importante definir as responsabilidades do sócio (ou dos sócios) da empresa.

Você pode começar pensando em quanto pagaria para um funcionário de carteira assinada exercer a mesma função na sua empresa.

Depois disso, você pode estipular uma margem acima para compensar a ausência dos benefícios da CLT, isso pode ser uns 20% ou 30% a mais sobre a base que você achou.

Mas é sempre importante ver se esse valor fica viável para a empresa pagar todo mês.

 

Como realizar o pagamento?

Todo empreendedor que começa seu negócio de maneira correta, sabe que não se deve misturar dinheiro da empresa com dinheiro pessoal.

Com isso em mente, a sua empresa terá uma conta própria e você a sua pessoal.

O ideal é que a retirada do Pró-labore seja feita através de uma transferência única, e caso haja divisão dos lucros da empresa, esse seja feito em outra transferência.

 

E se eu precisar de um comprovante de renda?

Caso o empreendedor precise comprovar sua renda, ele poderá pedir ao seu contador para emitir um comprovante, que contém as informações necessárias para comprovação de renda do empresário.

 

Esperamos ter tirados suas dúvidas básicas a respeito do Pró-labore, que é muito importante para o sucesso da sua empresa.

Caso tenha alguma dúvida mais específica procure seu contador para ter informação personalizada para sua empresa e realidade.